- amor.

Quando eu falo em amor, em que, logo se lembra? Passado? Beijos? Prazeres carnais? Ou simples palavras? Com certeza existiu branca de neve e cinderela, mas onde? Não que eu queira viver ou insistir em contos de fadas, mas o que aconteceu com o mundo? Ando buscando razões e coisas ultimamente. Buscando sentidos e pensamentos das pessoas, e analisando, vejo que a carne está gritando mais alto. Estava, pois, passando na rua e me deparei com uma criança e disse para ela: “Como é bom nós amarmos uma pessoa, levá-la para passear na beira do mar, sentar em uma ponte, ver o pôr-do-sol, contar as estrelas, conversar a madrugada toda, adormecer e acordar com o os raios do sol em nosso rosto; olhar nos olhos e dizer o quanto ama e o quanto ela é importante na tua vida. São coisas tão simples, mas o fato de estar acompanhado com teu amor, tudo basta, né?!”. E ele olhou-me e disse: “Hoje em dia "nóis temo" que "pega" as "mina". Como “cê" é brega, tio”. Me senti um velho de 20 anos! E com o passar do tempo, o amor de muitos se esfriarão; é a lei da vida.
"Pois um “eu te odeio” é mais sincero do que um “eu te amo”."

- só hoje.


Às vezes você olha ao redor e não vê ninguém; eles somem ou não te ligam, ou fingem que não te vê. Não é que quero toda atenção; é que a multidão em minha volta não consegue sentir o que eu sinto; não é capaz de me entender. Você não precisa continuar a ler e sentir o desânimo. É que às vezes parece não ter fim, sabe?! Vocês precisam escutar as vozes e acenar com a cabeça que não. E se eu não fizer isso, quem fará por mim? Sumir não seria a solução, mas eu queria. Estando lá, eu me reconstituindo, retomando minhas forças, me conhecendo... Só queria gritar pra todo mundo ouvir a dor. Talvez eu deva abrir mão de tudo e de todos e preocupar comigo mesmo; talvez na prática seria bem mais complicado. Dar-me-ei incentivo para ser feliz e, se precisar, irei em busca dela; aquela felicidade na qual você esquece absolutamente tudo e buscaria somente os céus. Pra que esperar pelas pessoas? Elas nada podem fazer. Não vou ficar o resto da vida neste dia ruim.

“Está escrito assim, eu sei.”

- o consolo vem do alto.


Se os joelhos se dobram, os céus se abrem, como um raio de luz que ilumina, expulsando toda a treva. Andava sem rumo, mas com um objetivo e ele se desfez. Apenas ouvia falar de sonhar, bem de longe... a realidade era outra; nenhum passo a mais e nenhum passo a menos. Antes eu era “desisto”. Depois “disto”. Tornei-me “isto” e hoje sou “D’isso”. Com isso, aprendi que ausentar-se não quer dizer que odeio ou que esqueci; quer dizer que não quero trazer de volta o que se foi. Às vezes, digo que não estou pronto; mas estou. Digo que quero, mas no fundo eu não quero. Digo que não vou, mas quando eu for, não espero. Pra que subir um degrau e cair três? Agora sei até onde posso chegar, pois até o infinito do céu não basta pra mim.

‎"Prometa que sempre que se sentir triste, inseguro ou perder completamente a fé, vai tentar olhar para si mesmo, com os olhos de Deus e ver o seu verdadeiro valor?"