- bem aquecidas.

A noite estava escura. Não havia se quer uma nuvem e nenhuma estrela para contar histórias de dormir. Apenas uma leve brisa e blusas envoltas nos braços ali presente. Lembro como se fosse agora... algo me fazia olhar para você e algo fazia você olhar para mim. Nos encontrávamos em vários olhares; amo me perder em você. E de todo esse êxtase na contramão, volta e meia você me aquecia. Suas mãos passavam às minhas, e nesses momentos você conquistava cada vez mais um pedaço do meu coração. Elas eram quentes, tenras, suaves, macias, e elas passeavam nas minhas. Ah... Como eu queria esquecer minhas mãos nas suas por mais tempo...
"Por muito mais tempo."

0 comentários:

Postar um comentário