- escondido.


Poderia pegar o que sobrou de mim e guardar num baú, tirando as roupas velhas e antigos sapatos, dando lugar para o não tão antigo, em consequência trancá-lo. Mas o baú é tão pequeno que não seria forte o suficiente para guardar tanta coisa. Gostaria de colocar algumas coisas de minha consciência patética que clamas ao velho louvor, mas não respondo por ela; que sofras sozinha. Nele, desconfio que haja um buraco negro que possui uma força de sua capacidade fora do normal. Ele suga sonhos, fantasias e gostos. Há alguns objetos hibernando por lá e quando eu achar necessário pegarei de volta; quem sabe outro dia. Ao redor, sendo ele feito de madeira, há umas letras e uns riscos cravados com um pouco de sangue... De unha, acho, como se alguém ou alguma coisa ficou preso lá sem querer. Tentei personificar esses arranhados para imaginar que criatura... que criatura seria capaz de deixar se abater por tanto sofrimento? Tentei chorar e comover-me, mas não saiu se quer uma gota de lágrima; calculista. Não é tudo o que aceitas e quando não quer joga fora com um impulso, num cuspe satisfeito. Fez-me de sombra e esconderijo naquelas noites sem estrelas, sabe?! Fantasma do medo. Juiz de minha pena, ao réu, sentindo-me culpado... condenado. A bifurcação está em minha fronte, mas resolvi pegar o atalho do meio, não por querer contrariar, mas para tentar fazer meu rumo, da minha maneira, mas mesmo assim achaste um jeito de manipular meu humor, minha face, meu sorriso, meu sentido, meu retrato, meu medo, meus segredos, meu pessimismo e meus lábios. Existe uma relação entre ele e eu, pois o baú é minha mente, não?! Estranho, mas sim! Ela é superior a mim, mesmo sendo parte de mim. Eu, às vezes, não a compreendo, pois é potente, não sente o que eu quero que sinta, mas ainda é minha. Algum dia vou derrota-la, pois terei muita força e serás bem diferente, afastando pensamentos que ficam e trazendo novos... como eu quero.

“Tempo sendo perdido, perseguindo carros.”

1 comentários:

Mari Novaes disse...

Tem um tag para ti no meu blog, me visite...
http://mariflour.blogspot.com/
Beijo

Postar um comentário