sábado, 16 de março de 2013

- todos assim.

Muitos são poucos e poucos são nada. Você entrega o coração e te deixam na estrada.
Caminha em um vale sem rumo, sem direção. Da-te uma saída e é jogado no chão.
Eles pisam, eles cospem, chutam sem piedade. Te abraçam com ternura e te esquecem de verdade.
E com uma só mão eles pegam seu coração. Agora você é um escravo da eterna solidão
"Resgatem o amor! O verdadeiro, está em extinção."

Nenhum comentário:

Postar um comentário