- e daí?

A chuva caiu, e tudo molhou, e daí?
O sol surgiu e tudo secou, e daí?
Tropeçou e se sujou, e daí?
O sabonete percorreu e tudo limpou, e daí?
A espuma no caminho desceu, e daí?
A toalha, esfregando, secou, e daí?
Andando pelo caminho pensou, e daí?
De olhos fechados voou, e daí?
Uma buzina o assustou, e daí?
Sua mente, agora, pairou, e daí?
Sorvete de morango provou, e daí?
Aquela música tocou, e daí?
Uma sensação formou, e daí?
Ao meu lado, uma folha seca sentou, e daí?
O mundo, devagar girou, e daí?
No fim da tarde suspirou, e daí?
Pequenas luzes no céu formou, e daí?
E em sua cama o celular tocou, e daí?
Deitado, apaixonado, seu olho fechou...
E o outro, aberto, te procurou; e daí?
“Há coisas que simplesmente nos faz ganhar o dia; e daí?”

1 comentários:

vaiper disse...

Dai que o dia nasceu, e dai que o mundo parou, e dai que o outro nao existe, mais e dai que o dia e cansativo, e dai que a mente vaga sem encontra algo, no fim concordo com voce certas atitudes faz o dia vale a pena, so que no momento essa atitude ainda nao existe so esta nos sonhos e pensamentos quem dera poder fazer tudo sumi!!!!!!!!!! agrrrr

Postar um comentário