quarta-feira, 13 de abril de 2016

- teus olhos.

...eles me incomodam... são perturbadores, completos, penetrantes, hipnotizantes, profundos, complexos, incertos; um mistério, um labirinto sem saída. Procuro entender o que eles dizem, mas eles permanecem em silêncio profundo, me deixando nesta louca busca por algum singelo e discreto sinal. Perto de ti, eu me perco e sinto voar... tenho calafrios, as pernas tremem, minhas veias pulsam fortemente, meu coração dispara, minha boca seca, meus sentidos se vão e meu campo de visão, aos poucos, vão se apagando, restando somente você no meu horizonte. Quero me perder em ti e não deixar rastros para não me acharem. Te busco, te procuro todos os dias, em todos os lugares, e quando não te acho, ao menos uma vez, me sinto incompleto. Não sou culpado. Não fiz nada para esse indecente sentimento nascer...
"Mas faço de tudo para ele não acabar."

Nenhum comentário:

Postar um comentário