- sopro.


Hoje, ao acordar, recebi uma noticia que não me agradou muito. Quase nunca “coisas” me desanimam, mas essa me destruiu. Se hoje é um sacrifício sua presença, imagina depois? Sei que não será qualquer distância a mais ou a menos que arrancará você de mim, pois o que se conquista nunca se vai. Não sei se isso que temo; nem bem sei mais. Só me limitei a não dar-te minha presença; por você. Perdi-me em sofrer pelo futuro incerto; um erro. E, olhando pela janela, percebi que o dia entristeceu-se e vi a chuva cair, como lágrimas. E para as pessoas, irei engolir minha tristeza e morderei minha língua, fingindo que tudo está bem, agindo como se nada estivesse errado... Será que vai ficar mais difícil que isso? Gritei aqui, onde estou, e ninguém pôde me ouvir; apenas queria ficar e que essa falsa realidade fosse embora.

"Agora só me resta contar nos dedos os dias e os minutos até o dia chegar, sem sua presença na minha partida."

PS.: Apenas diga-me que tudo ficará bem...

0 comentários:

Postar um comentário