- nem que seja em pensamento.

O tempo vai passando, dia após dia e coisas não são capazes de sair de nossa mente, aquelas que ninguém sabe que você esconde, bem lá dentro e mesmo que procurem nunca saberão onde. Pra que mostrar coragem e dizer que é capaz de amar cupidamente se você nunca terá quem realmente quer, enganando, talvez, criando fantasias na cabeça daqueles que você nunca escolherá? Apenas digo que não sou capaz! Mais uma vez estou pensando nisso, deixando para lá o caminho mais fácil. À noite eu ouço minha voz, sem saber que sou eu mesmo falando, dizendo: “por que este sentimento nunca acaba?” Nunca vai existir alguém igual a ti, pois até hoje tocou no meu coração com um olhar; só um tiro certeiro, e ninguém, até hoje, atingiu tão fundo, nem com palavras, nem com ações, nem com o sorriso. Me sinto envergonhado em ainda dizer isso. A realidade é que estamos em mundos separados, agora. Será que alguém pegou meu lugar? Eu deveria imaginar isso acontecendo, pois o que eu poderia oferecer? Eu deveria ter visto os sinais; talvez eu vi, mas não quis aceitar. Ganhar ou perder? Continuar pensando ou deixar para lá? Amar ou odiar? Cedo ou tarde terei de escolher... Infelizmente não tive muitas chances para demonstrar o quanto eu me importo. Se eu pudesse voltar no tempo será que eu faria melhor ou escolheria nunca ter te conhecido? Mas se eu deixar-te partir de vez, nunca saberei o que é o amor novamente. Será que você viria, agora, sorrindo? Como saberei se eu te deixar partir?
“Eu pensei que o teu amor não terminaria nunca. Como eu pude ser tão bobo?”

0 comentários:

Postar um comentário