- enjaulado.

Antes livre, liberto, para onde for, a qualquer motivo, sem passos, sem remorso, sem pistas, sem pensamentos ou planos, sem expectativas e nem desejos, sem vontades, sem passado, sem presente, sem futuro... apenas esperando o dia acabar para começar outro. Mas de repente caiu em uma armadilha, sem perceber, se debatendo de todos os lados para voltar a ser livre. Sem forças, não conseguiu chegar nem perto para bater as asas. Agora encarcerado, vivendo uma vida medíocre, procurando motivos, escondendo os passos, com remorso do estado, as pistas foram devoradas, pensamentos dissipados, planos encerrados, expectativas destruídas, desejos sugados, vontades abandonadas, com o passado se apagando, o presente enjaulado e o futuro lamentado, mas ainda assim, esperando o dia acabar para começar outro, nessa mesma monotonia de sempre, compondo canções e gritando cada vez mais alto pela liberdade, agarrado nas grades...
“E seu sorriso havia morrido dentro da gaiola”.

1 comentários:

vaiper disse...

pensamentos livres, liberto para voar,sem motivo, dando passos, sem pensa em nada so em continua, sem pensa no passado, presente ou futuro, vive o agora pois o dia acaba e começa outro, em um ciclo constante,nao desista lute mostre para o murro que ele pode ser derrubado, diga ao carcereiro que as grades podem ser entortadas e saia correndo nao olhe pra tras ande e siga em frente se nao tiver força lembre que numca esta so,se se sentir monotono faça planos, faça algo novo va em lugares novos, veja coisas novas se cair em tentaçao do passado diga a ele que o presente e mais importante.

Postar um comentário