- te conhecer.

A força é como o sol: Aquece a falta do abraço, mesmo sem nenhum tocar, mas ainda falta um pedaço.
E a noite chegou, e com ela a escuridão. Sua mão não está aqui, ouço os passos da solidão.
O frio gélido assombra, como a brisa fria do relento. Fecho os olhos e me aqueço, você chegou em pensamento.
Mesmo assim não te conheço, você não conversa muito. Em silêncio você guarda, não me incomodar, é seu intuito.
Não alcanço seus pensamentos, você me oculta, porém. Como será que está hoje? Apenas diz tudo bem.
Quero ser seu, quero te completar. Nos bons e maus momentos, assim eu quero estar.
“Não seja uma incógnita para mim. Me dói não saber o que pensa.”

0 comentários:

Postar um comentário