terça-feira, 28 de maio de 2013

- apenas uma resposta.

Tentei, arrisquei. Me perdi e caí. Não posso parar, não posso continuar. Estou preso e livre ao mesmo tempo. Não sei qual e como devo dar o próximo passo; e nem sei se ele existe. Está transbordando o ar ao meu redor, mas ainda sinto falta de respirar. Não pense, não haja, não escute. Estou trancado e não sei o que fazer. Vou explodir e não tenho com quem gritar. As lágrimas não ajudam e nem consolam, mas elas existem. Apenas estou cansado de tentar insistir no amor, se ele insiste em sair correndo de mim. A aliança continuará guardada, juntamente com a carta que escrevi hoje e o chocolate que irá derreter. Estou sendo soterrado por terra, não tenho ajuda, não tenho respostas e não sei o que fazer...
“Agora o difícil é controlar o sentimento que já existe.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário